Apresentando: Shieldmaiden (+ minhas queridinhas)

A Shieldmaiden é uma paixão recente na minha vida. Descobri a marca logo após o início do blog, durante minhas pesquisas por aí, nesse mundão chamado internet.

Depois de imergir no documentário “The True Cost” (veja o post aqui), foi ótimo conversar com a Camilla (idealizadora da marca) e enxergar uma luz no fim do túnel.

O clima minimalista, comfy e cool já começa pelo site!

Em um primeiro momento, o que mais chamou a minha atenção sobre a Shieldmaiden foi a matéria prima. Vi que a produção utilizava apenas algodão orgânico e poliéster de PET reciclado. Sim pessoal, existem opções no mercado para diminuirmos a nossa pegada de destruição no meio ambiente. Eu achei isso incrível e fiquei ainda mais animada.

Estava precisando muito de peças básicas para o dia a dia. Então quando abri a loja online admito que dei uma enlouquecidinha. Mas tudo com muita matemática e consciência para comprar só o que precisava. Adquiri um moletom preto (PET + algodão orgânico), uma t-shit básica, também preta (algodão orgânico) e uma blusa de manga comprida grafite (PET + algodão orgânico). Minha experiência de compra foi ótima. Durante o pagamento tive um problema com o meu cartão, mas entrei em contato pelo IG e obtive reposta prontamente.

Na hora de receber foi uma alegria. Primeiro porque cada peça de roupa veio dentro de um saquinho feito de material reaproveitado de sombrinhas velhas, já foi amor à primeira vista. Depois a experiência continuou incrível quando vi as peças: maravilhosas, duráveis e com acabamento perfeito.

Pronto! Depois dessa experiência incrível, só faltava ir atrás da responsável por tudo isso acontecer. Conversei com a Camilla por skype, pois ela está em Porto Alegre (alô, POA  me enchendo de orgulho com esses produtores responsáveis e conscientes, hein) e eu moro em São Paulo. Mas isso não estragou nosso papo incrível e descontraído.

A história por trás da Shieldmaiden

De fato a Camilla é uma sonhadora sim, mas daquelas que fazem acontecer. Depois de trabalhar muitos anos na indústria da moda, inclusive em fast fashions, a designer largou tudo, viajou por aí e começou a construir seu próprio projeto. O objetivo era não explorar ninguém e causar o mínimo impacto possível no meio ambiente.

Além da escolha da matéria prima e do design atemporal presente na Shieldmaiden o processo de produção é todo do bem. As costureiras responsáveis pela produção são de uma cooperativa de mulheres de POA, elas decidem entre si o valor de cada pedido até encontrarem um preço justo para todas as partes (fair trade do bom).

O objetivo da Camilla é que a marca proporcione para o seus clientes a possibilidade de montar um armário cápsula. Eu acho que tem tudo a ver já que suas peças são super atemporais.

Lembra o significado de design atemporal? Não? Então clica aqui para relembrar! 

Peças desejo

Eu comprei três peças, mas fiquei babando em muitas outras. Quer me dar um presente e não sabe o que? Essa é sua oportunidade. Natal está chegando, hein hahaha.

Bom, falando sério, essas são minhas queridinhas da Shieldmaiden.

Moletom Maev – rainha guerreira da mitologia irlandesa.
T-dress Clara – Clara Camarão, guerreira indígena.
T-shirt Quitéria – Maria Quitéria Medeiros foi a primeira mulher brasileira a integrar uma unidade do exército brasileiro.

Deu para perceber que o empoderamento também rola solto por aqui, né? Cada peça tem o nome de uma mulher guerreira, e no site tem um pouquinho da história de cada uma delas, incrível!

É isso, pessoal, eu poderia ficar um dia todo falando sobre a Camilla e sua incrível Shieldmaiden, mas prefiro que você clique aqui e confira com seus próprios olhos.

Obrigada, Camilla.

Camilla Matos – Idealizadora e designer da Shieldmaiden

Você, assim como outros produtores que cruzaram meu caminho, proporcionaram para mim a possibilidade de confiar de fato no que eu visto, e isso me faz ter um orgulho danado.

Eu sei quem faz minhas roupas, sei a origem do material e qual a filosofia por trás de tudo isso.

 

 

 

Produção: Porto Alegre/RS

Endereço lojas física: Coletivo 828 na Rua Visconde do Rio Branco, 828 – Floresta, Porto Alegre

Site e loja vistual: http://www.shieldmaiden.com.br

Instagram: @shieldmaiden.slowfashion

  • Produção artesanal – cooperativa de costureiras; 
  • Utiliza matéria prima produzida no Brasil – cooperativa de famílias produtoras; 
  • Fair Trade; 
  • Algodão (biodegradável) orgânico e tecido de PET reciclado (upcycle);
  • Saquinhos de material de sombrinhas descartadas (upcycle); 
  • Design atemporal; 
  • Armário cápsula;

Você também pode gostar de

3 Comentários

  1. Eu adoro a shieldmaiden, só tenho uma t-shirt, mas quando precisar irei comprar mais. Toda a concepção da marca é incrível, conheci através do site Mais alma e gostei de saber mais através do seu blog.
    O acho super legal, além da qualidade e de todo o processo de fabricação e que os preços são bem legais.
    http://www.verdeveggie.blogspot.com.br

    1. Oi Julia, que legal ter você por aqui.
      Sim, a Shield é minha queridinha da vida, apesar de ter várias marcas que admiro igualmente o meu estilo é muito bem traduzido através das roupas que a Camilla idealiza.
      Seja sempre muito bem vinda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *