6 lições sobre consumo com o filme “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”

‍Queridos consumistas de plantão, ainda não assistiram esse clássico shopaholiquístico do cinema mundial?  Então esse será seu dever de casa! Não se considera consumista mas gostaria de uma dica de filme para se divertir no fim de semana? Esse post também pode servir para você.

 

1. Lojas são “o mundo perfeito”

A atmosfera nas lojas é pensada para nos fazer esquecer dos nossos problemas. Como se ali fosse um lugar seguro onde nada de ruim pode acontecer.

Todos vendedores são simpáticos, o cheiro é incrivelmente bom, não existem relógios e os espelhos sempre vão te deixar magra.

2. Seu histórico como comprador não vale nada

Não importa o quanto você gastou um dia e o quão VIP você já foi, o dia que você diminuir seu volume de compras ou não conseguir pagá-los eles passarão a te ignorar, ou pior, vão te enviar cartinhas desaforadas – foi o que aconteceu com a Becky.

Nunca esqueça, eles não são seus amigos e se você não compra, tem quem compre.

3. Cultive suas relações pessoais ao invés de estreitar mais os laços com o cartão de crédito

No filme a personagem faz uma analogia entre homens e compras e conclui que comprar é muito melhor que ter um “date”, serious?

Em outro momento ela prioriza comprar um vestido novo (mesmo tendo muitos) em vez de recuperar o vestido de dama de honra da sua melhor amiga. Não precisa ser um gênio das relações pessoais para entender que isso não é legal, né?

4. Não confiar nas letrinhas coloridas e luminosas

No filme Rebecca descobre, já em casa, que o produto anunciado como cashmere tinha na verdade apenas 5% do material na composição.

Pesquise atentamente antes de comprar. Esqueça a conversa da vendedora e olhe as etiquetas de fabricação.

5. Não tente resolver seus problemas emocionais comprando

O fim do mês sempre chega e com ele a conta do seu cartão de crédito também.

6. Com dedicação e força de vontade você pode tudo

Rebecca resolve quitar sua dívida e para isso vende todas suas coisas, resolve o problema financeiro e de quebra descola um gato para chamar de seu.

  • Os Delírios de Consumo de Becky Bloom
  • Duração: 1h 45m
  • Direção: P. J. Hogan
  • Classificação QFSR: 

Você também pode gostar de

2 Comentários

  1. Ah esse filme é demais! Além da moral da história (estou precisando ver de novo ????) tem uma das cenas mais divertidas que já assisti ligadas à consumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *